Dra. Mariana Bertoldi.

Filtro Solar

25 jul, 19 | Cuidados, Dicas | 0 Comentários

O primeiro filtro solar foi fabricado na década de 40. Desde seu surgimento até os dias atuais, sofreu uma série de melhorias e hoje é possível encontrar uma infinidade de produtos no mercado, inclusive com ações adjuvantes a fotoproteção. A proteção solar deve ser iniciada a partir do sexto mês de vida e utilizada diariamente.
A aplicação correta do filtro solar é de extrema importância para que se atinja o efeito desejado. O FDA (food and drug administration) sugere que uma quantidade de 2g/cm² seja utilizada, ou seja, uma colher de chá de protetor no rosto, uma para parte frontal do tronco, uma para a parte dorsal do tronco, uma para cada braço e uma para cada coxa/perna. O uso de quantidades menores do produto comprovadamente diminui o fator de proteção contido no rótulo. A reaplicação deve ser feita a cada 2 horas e após a imersão em água. Para os produtos resistentes a água, deve-se reaplicar após 40 minutos de imersão.

Os protetores solares são classificados como químicos/orgânicos ou físicos/inorgânicos. Dióxido de titânio e Óxido de zinco são filtros físicos mais utilizados. Eles protegem a pele através de uma barreira física, causando reflexão, dispersão ou absorção da luz. Por serem compostos de partículas minerais, podem deixar a pele esbranquiçada. São o padrão ouro para pacientes com alguma história de sensibilidade a cosméticos, pois são atóxicos e fotoestáveis. Os filtros químicos transformam energia luminosa em energia térmica e são compostos por diversos agentes. São cosmeticamente mais fáceis de serem aplicados, no entanto há maior risco de sensibilização.

O FPS (filtro de proteção solar) avalia a proteção contra o UVB e é definido pela dose eritematosa mínima (DEM) da pele protegida pelo filtro solar e a DEM da pele sem proteção após estímulo da radiação ultravioleta. O PPD (persistent pigment darkening) avalia a proteção ao UVA e consiste na avaliação da pigmentação cutânea imediata na pele após a exposição a esse raio com e sem proteção solar. A relação FPS:PPD nos protetores solares deve ser de 3:1.

ÍNDICE DE PROTEÇÃO SOLAR DE ACORDO COM O FPS

PROTEÇÃO DO FPSFPS
BAIXA2 A 14
MÉDIA15 A 29
ALTA30 A 50
ALTÍSSIMASUPERIOR A 50